tecnologia

Startup cria robôs que cozinham para clientes de restaurantes

A startup japonesa ‘Connected Robotics’ criou uma linha de produtos voltados para restaurantes, bares e afins

POR: Assessoria
A startup japonesa ‘Connected Robotics’ criou uma linha de produtos voltados para restaurantes, bares e afins
site oficial connected-robotics

A startup japonesa ‘Connected Robotics’ criou uma linha de produtos voltados para restaurantes, bares e afins. A empresa tem no seu portfólio diversos equipamentos que atendem as necessidades complexas de uma cozinha oriental como a OctoChef, uma máquina para fazer bolinhos de polvo, os famosos Takoyaki; e a “Reita”, uma curiosa sorveteira com a cara de um ursinho azul.

Embora pareçam apenas criações curiosas, elas utilizam de tecnologia refinada, capaz de atender de forma eficiente aos desejos dos clientes de restaurantes e empresários do ramo, tanto no Japão como de outras partes do mundo. Para exemplificar a eficácia das máquinas, a OctoChef, responsável pelo preparo do takoyaki, sabe o ponto certo para virar os bolinhos.

As soluções lançadas pela Connected Robotics foram tão atativas que fizeram com que a empresa captasse US $ 7,8 milhões em uma rodada de investimento “Series A”, de acordo com o site de tecnologia de alimentos AgFunder News. Isso eleva o investimento total da startup para US $ 8,74 milhões.

A maior parte do aporte de capital veio da Global Brain, companhia dedicada à inovação para a indústria e a sociedade. O fundo de investimentos em inovação da Sony também entrou com uma parcela do investimento, bem como a aceleradora 500 Startups, uma das instituições de capital de risco mais ativas do mundo, que já apoiou cerca de 2.200 negócios, em 74 países.

As máquinas da Connected Robotics são classificadas como robôs colaborativos. Este segmento de automação na cozinha ainda representa uma parcela bem pequena na cadeia de produção de alimentos e bebidas, mas que vem mostrando franco crescimento, considerando-se que, entre 2012 e 2017, cresceu 15%. A China e os Estados Unidos da América são os dois principais mercados, seguidos pelo Japão.

A startup planeja acelerar as pesquisas e o desenvolvimento para a produção de um sistema automático de lavagem de louça para lojas de conveniência, e de um serviço automático de preparo de café da manhã. 

japonesa restaurantes robôs

Veja Também

Comentários