JUSTIÇA

Jornalistas demitidos após greve são reintegrados pela OAM

Informação foi divulgada pelo Sindicato dos Jornalistas de Alagoas, nesta terça (23)

POR: 7Segundos
Greve dos jornalistas alagoanos
Sindjornal

Os jornalistas alagoanos demitidos por retaliação das Organizações Arnon de Mello (OAM), especificamente na TV Gazeta, G1 Alagoas e TV Mar, após participar de uma greve histórica, foram reintegrados após pedido do Sindicato dos Jornalistas de Alagoas (Sindjornal) deferido pela Justiça. A informação foi divulgada pela entidade que representa os jornalistas no Estado, na manhã desta terça-feira (23).

"Começamos a semana com boas notícias! O pedido do Sindicato foi deferido pela justiça, e finalmente a Organização Arnon de Mello cumpriu a determinação. Os profissionais estão voltando para os seus locais de trabalho. Esperamos que tudo volte a normalidade nos próximos dias. Parabéns ao TRT [Tribunal Regional do Trabalho], que reconheceu o direito dos trabalhadores, e à categoria, que se mantém firme na luta! Sigamos unidos", traz a publicação do Sindjornal, divulgada nas redes sociais.

Relembre o caso

As demissões ocorreram um dia após o encerramento da greve dos jornalistas, que durou nove dias e impôs a manutenção e o reajuste do piso salarial da categoria. A OAM, grupo empresarial da família Collor, nem esperou a publicação do acórdão do TRT, que decidiu manter o do piso salarial dos jornalistas e garantiu estabilidade de 90 dias, para demonstrar desrespeito à categoria e à justiça do Trabalho.

greve jornalistas OAM Sidjornal

Veja Também

Comentários