homenagem

Maceió vai ganhar escultura de Nise da Silveira nesta terça

Além de Nise da Silveira, outros três ilustres alagoanos foram homenageados com esculturas em tamanho real feitas de bronze: Graciliano Ramos e Aurélio Buarque de Holanda

POR: Ascom Fmac
Alagoana Nise da Silveira será a quarta homenageada com escultura de bronze em Maceió.
Foto arquivo Casa das Palmeiras

A médica psiquiatra alagoana Nise da Silveira receberá uma homenagem especial nesta terça-feira (30). Por meio da Fundação Municipal de Ação Cultural (Fmac), a Prefeitura de Maceió, inaugura, a partir das 8h30, no Corredor Vera Arruda, uma escultura de bronze feita pelo escultor e artista plástico mineiro Leo Santana.

Além de Nise da Silveira, outros três ilustres alagoanos foram homenageados com esculturas em tamanho real feitas de bronze: Graciliano Ramos e Aurélio Buarque de Holanda, inauguradas em 2015 em comemoração aos 200 anos de Maceió, e o ator Paulo Gracindo, inaugurada dois anos depois.

Todos os monumentos foram feitos por Leo Santana, que também é responsável pela escultura do poeta Carlos Drummond de Andrade, posicionada no calçadão de Copacabana, no Rio de Janeiro.

Trajetória

Símbolo da revolução na psiquiatria, Nise Magalhães da Silveira nasceu em 1905. A psiquiatra, que sempre foi contrária às formas agressivas de tratamento usadas em sua época, a exemplo do eletrochoque, ficou conhecida por implantar um olhar humano na psiquiatria.

Nise foi uma das primeiras mulheres formadas em Medicina do Brasil e nunca escondeu sua admiração e inspiração por Carl Jung, um dos pais da psiquiatria. A alagoana foi, inclusive, pioneira na terapia ocupacional, que utiliza atividades recreativas para o tratamento de distúrbios psíquicos.

Nise chegou a ficar presa por dois anos após ser acusada de envolvimento com o comunismo, mas continuou seus estudos enquanto esteve sem liberdade. O trabalho inovador da psiquiatra e de seus pacientes resultou na criação do Museu do Inconsciente, que funciona até os dias de hoje no Rio de Janeiro.

A alagoana teve sua história contada no filme “Nise – O Coração da Loucura”, dirigido por Roberto Berliner e estrelado pela atriz Glória Pires.

bronze estátua Maceió Nise da Silveira

Veja Também

Comentários