justiça

TJ de Alagoas deve realizar novo leilão em novembro

Comissão já trabalha na avaliação dos bens

POR: DICOM TJAL
Presidente Tutmés Airan recebeu relatório da Comissão de Controle de Bens do TJAL.
Adeildo Lobo

O Tribunal de Justiça de Alagoas (TJAL) planeja a realização de um novo leilão em novembro. O último ocorreu em junho deste ano e arrecadou quase R$ 500 mil.

"O primeiro leilão foi altamente positivo. Os bens foram arrematados inclusive acima do valor de avaliação", afirmou o juiz João Dirceu Soares Moraes, presidente da Comissão Permanente de Controle de Bens do Patrimônio do Judiciário (Compec).

Neste segundo leilão, também deverão ser disponibilizados carros, motocicletas, computadores e outros bens apreendidos e do patrimônio do Judiciário. De acordo com o presidente do Compec, a avaliação dos itens já está sendo feita.

"Já existe uma comissão de oficiais de Justiça trabalhando nisso. Nosso objetivo com os leilões é desafogar os depósitos e diminuir os gastos do Judiciário com aluguel", disse o juiz João Dirceu, que apresentou relatório das atividades do Compec ao presidente do TJAL, Tutmés Airan, nesta quarta (31). 

Avaliação bens justiça leilão TJAL

Veja Também

Comentários