ciência

NASA encontra “super Terra” com o potencial de abrigar água líquida

Novo planeta, se tiver uma atmosfera densa, poderia armazenar calor o suficiente para conter água liquida em sua superfície

POR: Revista Planeta
O planeta GJ 357 d, que pode conter água / Foto: NASA
Reprodução

O satélite TESS (Transiting Exoplanet Survey Satellite) encontrou um novo planeta que tem o potencial de ser semelhante à Terra.

Batizado de GJ 357 d, o planeta é 22% maior do que a Terra. Ele orbita a estrela GJ 357, que tem um terço da massa solar e é 40% mais frio do que nossa estrela. Está a 31 anos-luz de distância, na constelação de Hydra.

Segundo Diana Kossakowski, do Instituto de Astronomia Max Planck, o GJ 357 d tem seis vezes a massa da Terra está localizado na borda da “zona habitável” de sua estrela, que é a área onde o planete recebe a mesma quantidade de energia estrelar do que Marte recebe do Sol.

“Se o planeta tiver uma atmosfera densa, o que futuros estudos irão determinar, ele poderia armazenar calor suficiente para aquecer o planeta e conter água líquida em sua superfície”, diz a cientista.

Mas, se for descoberto que o GJ 357 d não tem uma atmosfera, isso significa que ele deve ter uma temperatura de (-53o C), o que o faria mais glacial do que habitável.

Outro planeta encontrado orbitando a estrela, o GJ 357 b, é descrito por Enric Pallé, astrofísico no Instituto de Astrofísica das Ilhas Canárias, como uma “Terra quente”. Isso não significa que ele possa abrigar vida como o nosso mundo, mas ele é o terceiro exoplaneta mais próximo da Terra conhecido até agora e um dos melhores para se estudar a composição de sua atmosfera, caso ele tenha uma.

descoberta Nasa super terra

Veja Também

Comentários