CONHECIMENTO

Socioeducandos visitam a Biblioteca Pública Estadual Graciliano Ramos

Atividade multidisciplinar uniu o conhecimento histórico e o incentivo à leitura

POR: Ascom Seprev
Atividade multidisciplinar uniu o conhecimento histórico e o incentivo à leitura
Divulgação

Fomentando esse poder transformador da leitura, a Superintendência de Medidas Socioeducativas (Sumese) da Secretaria de Estado de Prevenção à Violência (Seprev) promoveu, nesta quinta-feira (15), a visita dos socioeducandos da Unidade de Internação de Jovens e Adolescentes (UIJA 3) à Biblioteca Pública Estadual Graciliano Ramos, que fica no Centro de Maceió.

O espaço oferece um acervo com mais de 75 mil volumes, dos quais sete mil são de autores alagoanos, como os ilustres Graciliano Ramos e Jorge de Lima, que contribuíram sobremaneira para a construção da nossa história e para a formação cultural dos brasileiros.

Guiados pela acadêmica de biblioteconomia, Carlina Rocha, os jovens exploraram todo o acervo da unidade, visitaram os espaços de leitura, a Confraria dos Poetas, a sala multimídia e conheceram os livros e periódicos raros que são mantidos pela instituição.

Para o adolescente M.R.S.S., que tem 18 anos e nunca tinha entrado em uma biblioteca, os livros oferecem uma oportunidade de crescimento pessoal. “Eu achei muito legal saber que existem tantos livros disponíveis sobre tantos temas e de graça. Cada livro desse traz uma lição de vida para você crescer e aqui nós ainda ficamos por dentro da nossa história”, comentou.

Enquanto apresentava cada parte do prédio, Carlina contou um pouco da história do antigo Palacete Barão de Jaraguá, que remete ao início do século XVIII, e falou sobre o valor da biblioteca para a sociedade.

“É um privilégio conhecer e frequentar um espaço dedicado ao conhecimento como este e usufruir de tudo o que ele pode oferecer. Lembramos que a biblioteca é um espaço público, mantido pela sociedade para a sociedade. Espero que todos tenham gostado e aguardamos que nos visitem no futuro”, convidou.

A gerente de Desenvolvimento Integral da Sumese, Cássia Moreno, explica que a biblioteca apresenta o universo literário de forma interativa e diversificada, o que estimula o interesse e o engajamento dos socioeducandos. Ela ressalta ainda que, no cumprimento da medida socioeducativa, a leitura representa uma ferramenta fundamental para a construção de novos valores, favorecendo a reinserção social dos adolescentes.

“Hoje, nós temos garotos que escrevem bem e possuem uma boa compreensão textual graças à leitura, que é bem explorada na medida socioeducativa. Além disso, ao torna-se um leitor, o jovem deixa o senso comum para desenvolver um pensamento crítico sobre si e sobre o que está à sua volta, tornando-se preparado para assumir a postura correta após o cumprimento da medida”, declarou.

O supervisor de Esporte, Cultura e Lazer da Seprev, Thiago Santos da Silva, destaca que o acesso aos vários modos de conhecimento é o primeiro passo para a formação cidadã dos jovens. ”Este é o caminho para a verdadeira mudança de pensamento, que traga benefícios para os adolescentes e para a sociedade. Dessa forma, os socioeducandos se tornam cidadãos plenos, conhecedores dos seus direitos e deveres”, explicou.

Biblioteca Pública Estadual Graciliano Ramos Cultura leitura Seprev

Veja Também

Comentários