Apreensão

"Acho que me ferrei", disse sargento da FAB preso com 39 kg de cocaína

No dia que foi detido, sargento enviou ma mensagem de celular à mulher reconhecendo que teria problemas com a Justiça

POR: Uol Notícias
O segundo-sargento da Aeronáutica Manoel Silva Rodrigues, preso em Sevilla, na Espanha, por transportar cocaína
Reprodução

O segundo-sargento da Aeronáutica Manoel Silva Rodrigues, preso em junho com 39 quilos de cocaína ao desembarcar em Sevilha, na Espanha, enviou, no dia em que foi detido, uma mensagem de celular à mulher reconhecendo que teria problemas com a Justiça.

"Amor, não manda mais mensagens. Acho que me ferrei". 

A informação foi revelada na noite de hoje pelo programa "Fantástico", da TV Globo. A reportagem também trouxe outras informações inéditas sobre a investigação da Polícia Federal sobre o caso.

"Meu cliente ainda não foi interrogado. Ainda não se sabe se ele realmente disse que havia queijo na mala. A única declaração dele a respeito do assunto é a de que ele não sabia que tinha cocaína na mala", afirmou o advogado Carlos Klomfahs ao UOL.

"As testemunhas no Brasil afirmaram que ele estava calmo durante a viagem do Brasil até a Espanha. Quem disse que ele se mostrou nervoso foram os agentes da polícia espanhola", acrescentou o criminalista. O advogado afirma que seu cliente alega inocência.

"Se ele não sabia o que continha a mala, ele não tinha consciência daquilo, ele não tinha consciência do crime. Então o crime não existe".

Bolsonaro cocaina Espanha

Veja Também

Comentários