educação

Operação da Polícia Federal repercute na Assembleia Legislativa

Secretário Luciana Barbosa deve comparecer nos próximos dias a Casa de Tavares Bastos

POR: Marcos Filipe Sousa
Fachada da Assembleia Legislativa
Reprodução/Internet

Foi inevitável que a Operação da Polícia Federal (PF) que investigou fraudes em licitações no transporte público de alunos do Estado repercutisse na sessão da Assembleia Legislativa (ALE) desta terça-feira (10).

Quem iniciou o assunto foi o deputado Tarcísio Freire que foi duro em suas palavras. “Não podemos ficar calados sobre os acontecimentos”. Ele pediu que o convite aprovado na semana passada para que o secretário de Educação, Luciano Barbosa, fosse transformado em convocação.

Davi Maia (Democratas) e Francisco Tenório (PMN) reforçaram a presença de Barbosa para explicar o que está sendo feito pelo assunto.

Ricardo Nezinho (MDB), Bruno Toledo (PROS) e Antônio Albuquerque (PTB) foram prudentes no discurso e concordaram em ter prudência sobre o caso.

“Devemos ser prudentes diante dessa operação que ainda não temos fatos concretos. Seria precipitado apontar culpados e fazer discursos midiáticos”, colocou Toledo.

Assembleia Discurso educação Operação transporte

Veja Também

Comentários