EM MACEIÓ

Modelo alagoana sofre queimaduras de segundo grau durante fotodepilação

Laura Cavalcante sofreu queimaduras ao passar por fotodepilação

POR: 7Segundos
Laura sofreu queimaduras de 2º grau
Arquivo pessoal

A modelo Laura Cavalcante, de 23 anos, utilizou as redes sociais na última semana para denunciar uma clínica de estética localizada no bairro da Jatiúca, em Maceió. A jovem conta que foi convidada para fazer um tratamento de fotodepilação no dia 05 de julho deste ano, o que provocou queimaduras de segundo grau. O fato repercutiu nas redes sociais e foi denunciado à Polícia Civil.

"Depois de dois meses pensando em como e qual mensagem transmitir, me senti na obrigação ética de contar o que aconteceu comigo. Fui convidada por uma uma clínica conceituada em Maceió a realizar uns procedimentos para divulgá-la. Não tinha nada que me incomodava, decidi fazer fotodepilação na parte posterior da coxa porque os pelos encravavam muito e o resultado foi queimaduras de 2º grau e risco iminente de morte e infecção pela ausência de primeiros socorros adequados", conta a jovem.

No texto publicado no Instagram, a jovem preferiu não divulgar o nome da clínica. Porém afirma que, no local, passou por avaliação de duas profissionais antes de se submeter ao procedimento estético. "Fui avaliada por duas profissionais antes de realizar o procedimento e nenhuma delas me alertou sobre os riscos que eu sofria, nenhuma delas me fez perguntas. Durante o procedimento, quando eu disse que estava doendo muito, fui informada de que se tratava de uma região sensível, e por isso a dor era maior. Eu me contorcia a cada disparada da máquina. Ao final do procedimento, comecei a me tremer demais e a sentir uma dor insuportável. Fui informada por duas funcionárias que minha tremedeira se tratava de frio e nervosismo pela dor", continua Laura.

Após o procedimento, a jovem decidiu ir ao hospital por conta própria. "Decidi ir ao hospital por minha conta devido a dor insuportável quando vi que as tentativas delas de parar minha dor só estavam aumentando a ardência e a minha tremedeira e calafrios estavam aumentando também, ninguém da clínica me disse que eu estava queimada e precisava ser socorrida imediatamente, disseram que o médico provavelmente passaria um antialérgico, pois se tratava de alergia. Depois, ainda fui informada pela dona da clínica de que foi superficial e n ficariam cicatrizes", finaliza.

clínica de estética denúncia queimadura

Veja Também

Comentários