MACEIÓ

Agentes de combate às endemias entram em greve por tempo indeterminado

Categoria cobra a implantação do piso salarial

POR: 7Segundos
Agentes de Endemias municipais fazem busca ativa dos focos do Aedes aegypti
Ascom/Sesau

Agentes de combate às endemias de Maceió entraram em greve por tempo indeterminado na manhã desta terça-feira (17). Eles cobram a implantação do piso salarial da categoria. Atualmente o valor pago aos agentes em Maceió é de R$ 1.100,00, enquanto nos demais municípios alagoanos os profissionais recebem R$ 1.250,00, valor pago nacionalmente garantido pela Lei Federal nº 12.994/2014.

Uma audiência pública na Câmara Municipal de Maceió, no dia 02 deste mês, discutiu o piso salarial da categoria. Na ocasião, o presidente do Sindicato dos Agentes de Saúde de Alagoas (Sindas), Maurício Sarmento, informou que o direito dos trabalhadores está sendo negado em Maceió desde janeiro.

“Esse recurso é nosso e o município de Maceió está ficando com esse dinheiro. O gestor que não cumpre tem que ser punido com a lei”, destacou Sarmento ao explicar os recursos financeiros da União que são repassados para custear os vencimentos.

O 7Segundos contatou a Secretaria Municipal de Gestão (Semge), da Prefeitura Municipal de Maceió, que informou, por meio de nota, que a implantação do piso para os agentes de combate a endemias da capital está sendo discutida. Além disso, o órgão afirmou também que tem dialogado com a categoria sobre o assunto, fazendo simulações de impacto financeiro.  

agentes de endemias greve Piso salarial

Veja Também

Comentários