SAÚDE

Hospital da Mulher começa a funcionar hoje; veja especialidades

Nova unidade de saúde fica localizada no bairro do Poço, em Maceió

POR: Redação, com assessoria
Hospital da Mulher Dra. Nise da Silveira, localizado no bairro do Poço, em Maceió
Assessoria

Ao lado de cerca de 6 mil de alagoanos, o governador Renan Filho inaugurou, no domingo (29), o Hospital da Mulher Dra. Nise da Silveira, o primeiro de Alagoas totalmente dedicado à saúde da mulher. A nova unidade, localizada no bairro do Poço, em Maceió, já abre as portas para atendimento ao público nesta segunda-feira (30).

Foram investidos, em recursos próprios, R$ 30,8 milhões na construção e cerca de R$ 8 milhões em equipamentos para a unidade, que tem 127 leitos, capacidade para mais de 200 partos e 6 mil atendimentos por mês, e mais um significado histórico: é o primeiro hospital público inaugurado na capital em quatro décadas.

“É um marco para a saúde de Alagoas. Há 40 anos não se construía um hospital em Maceió a partir do zero, e o Estado sequer tinha rede pública. Esse é um momento em que a saúde do Estado volta a receber investimentos capazes de melhorar a vida de todos os alagoanos, e nesse caso, especialmente, a vida das alagoanas”, afirmou Renan Filho em coletiva de imprensa.

O secretário de Estado da Saúde, Alexandre Ayres, falou sobre os serviços inovadores do hospital: “Teremos um ambulatório voltado exclusivamente ao público LGBT, o que é um grande ganho e inovação na saúde pública em Alagoas. Teremos aqui a Rede de Atenção à Vítima de Violência Sexual, com psicólogas, médicos legistas, agentes da Polícia Civil, para que a mulher violentada, ao invés de percorrer vários caminhos, venha somente ao Hospital da Mulher. E teremos, principalmente, o fortalecimento e resgate do parto humanizado”.

De acordo com o governador, o novo equipamento de saúde mais que duplica a oferta dos serviços em Maceió e aumenta a do interior do estado. “Isso quando o Brasil vive um momento de muita dificuldade”, destacou, confirmando também que até o final deste ano o Estado vai lançar o edital do concurso público para a Saúde.

Confira as especialidades e serviços do Hospital da Mulher:

Entre os serviços que serão ofertados no prédio de sete andares estão o de obstetrícia, puerpério, endocrinologia, ginecologia, colposcopia, mastologia, cardiologia, anestesia e cirurgia ginecológica. Uma equipe interdisciplinar e multiprofissional fará o atendimento nos ambulatórios de ginecologia, colposcopia, cirurgia ginecológica, planejamento familiar, mastologia, anestesia, psicologia, otorrino, cardiopediatria, infectologia, nutrição, pediatria, proctologia, neonatologia, psiquiatria, fonoaudiologia e obstetrícia. Também integram a equipe de biomédicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem, de radiologia e de laboratório.

O hospital tem salas de observação obstétrica, um Centro de Parto Normal, internação ginecológica e obstétrica, e Unidades de Cuidados Intermediários (UCI). Além disso, o prédio conta com diversas enfermarias, lactário, ginecologia infanto puberal e salas de vacina, de coleta de exames laboratoriais e de curativos.

Serão implantados, ainda, o Serviço de Perícia Médica e Boletim de Ocorrência (BO), que será realizado por técnicos da Rede de Atenção às Vítimas de Violência Sexual (RAVVS), vinculado à Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), e o Ambulatório de Acolhimento e Cuidado Integral à Saúde das Pessoas Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais (LGBT).

Hospital da Mulher inauguração

Veja Também

Comentários