DURANTE SESSÃO

Deputados questionam falta de adesão de Alagoas ao programa de escolas militares

Davi Maia acredita que “ideologia política” influenciou decisão

POR: 7Segundos
Assembleia Legislativa de Alagoas
Google

Os deputados Cabo Bebeto (PSL) e Davi Maia (DEM) questionaram motivo da Secretaria de Estado da Educação (Seduc) não aderir ao Programa Nacional das Escolas Cívico-Militares, iniciativa do Ministério da Educação.

Durante sessão na Assembleia Legislativa de Alagoas, Bebeto disse que os alagoanos deveriam ter o direito de escolher.

“Entendo que o foco é no Ensino em Tempo Integral e Novo Ensino Médio, mas não se tratava de mudar o modelo; era apenas uma escola [cívico-militar], dar uma opção aos pais”, explicou o parlamentar.

Já Davi Maia ligou a “ideologia política” ao Governo do Estado não ter se inscrito no programa.

O parlamentar também lembrou que, em Arapiraca, a Seduc precisa lidar com uma população que quer transferir todos alunos para o Colégio Tiradentes da Polícia Militar, inclusive estudantes de escolas particulares.

“O governo petista do Ceara, onde estão os melhores índices de educação, disse que poderiam mandar todas as escolas militares que sobrarem para lá. Aqui, fechamos as portas. Isso é, no mínimo, uma ignorância”, avaliou.

Alagoas Cabo Bebeto (PSL) Davi Maia (DEM) ograma Nacional das Escolas Cívico-Militares

Veja Também

Comentários