PRISÃO

Ex-secretário estadual é procurado por desvio de recursos públicos na PB

Operação Calvário V investiga casos de desvio de corrupção no estado

POR: 7Segundos
Mandado contra Jardel Aderico faz parte da operação Calvário V
Reprodução

Durante a manhã desta quarta-feira (09), o Ministério Público da Paraíba (MPPB) deflagrou a quinta fase da Operação Calvário, que investiga casos de corrupção, lavagem de dinheiro, desvio de recursos públicos em contratos firmados com as unidades de saúde e educação cujos valores ultrapassam a barreira de R$ 1 bilhão.

A ação acontece de forma simultânea em João Pessoa/PB, Santa Rita/PB, Mataraca/PB e em mais quatro Estados, entre eles Alagoas, onde foi espedido um mandado de prisão preventiva contra Jardel Aderico, ex-titular da Secretaria de Estado de Prevenção à Violência dos governos Teotônio Vilela e Renan Filho (MDB).

O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) tentou dar cumprimento ao mandado de prisão. No entanto, Jardel está fora de Maceió. A operação visa comprimir 27 mandados de prisão em cinco estados.

Participam da ação o Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (GAECO/MPPB), pela Comissão de Combate aos Crimes de Responsabilidade e à Improbidade Administrativa (CCRIMP), Controladoria-Geral da União (CGU), pelo Ministério Público Federal (MPF), Polícia Federal (PF) e pela Polícia Rodoviária Federal (PRF).

A operação conta ainda, nesta etapa, com apoio operacional dos Ministérios Públicos dos Estados de São Paulo, Alagoas e Paraná, por meio de seus respectivos GAECOS, e do Rio de Janeiro, por intermédio do seu Grupo de Segurança Institucional (CSI) e do GAECO.

desvio de verba pública investigação Jardel Aderico Ministério Público Paraíba

Veja Também

Comentários