Assembleia

Aspra/AL convoca militares para discutir melhorias salariais e promoções

Discussão será no dia 16 de outubro, na sede da entidade, a partir das 10h

POR: Redação, com assessoria
Militares cobram melhoria salarial e a garantia de promoções
Divulgação

O presidente da Associação das Praças da PM e Corpo de Bombeiros de Alagoas (Aspra/AL), sargento Wagner Simas, convocou uma assembleia com os militares para a quarta-feira da semana que vem (16 de outubro) para colocar em análise, pelo menos, quatro pontos de interesse da tropa. A classe cobra do governo do Estado, entre outros itens, melhoria salarial e a garantia de promoções.

A discussão será a partir das 10h, na sede da entidade, na Avenida Roberto Pontes Lima, 197, no Trapiche da Barra, em Maceió. A intenção é reunir o máximo de policiais e bombeiros possível para avaliar quais rumos devem ser tomados.

A Aspra/AL quer debater com os militares o que pode ser feito para cobrar do Tribunal de Justiça de Alagoas a apreciação urgente do recurso impetrado pelas associações representativas da classe contra a decisão monocrática do presidente do TJ, desembargador Tutmés Airan, que despromove milhares de PMs que buscaram na justiça a progressão na carreira. 

O agravo de instrumento foi ingressado há mais de dois meses no Poder Judiciário e, antes de ser analisado pelo Pleno, a Presidência do TJ abriu vistas para o Ministério Público (que emitiu parecer favorável à revisão da decisão) e para a Procuradoria Geral do Estado apresentar as alegações.

Além deste item, a pauta da assembleia consta implantação do IPCA 2018 (reposição da inflação), a aprovação da Lei de Promoções na Assembleia Legislativa sem emendas parlamentares e a ação de inconstitucionalidade em que o governo do Estado arguiu na lei que libera os representantes de classe.  

Simas ressalta a necessidade de discussão destes assuntos para evitar perdas irreparáveis na história dos militares. E cita como exemplo de coragem a deliberação por greve dos policiais militares do estado da Bahia, no começo desta semana.

"Lembro do quanto nós, praças, unidos, conseguimos conquistar com as nossas mobilizações. Hoje, vejo que regredimos por não termos dado continuidade aos nossos ideais, porém não vejo que seja tarde para darmos o start que precisamos e convocar nossa verdadeira base para juntos continuarmos na missão", afirmou Wagner Simas. 

"É avançar ou aceitar o império do governo que nos atormenta", conclui o presidente da Aspra/AL.

Aspra/AL Assembleia militares promoções

Veja Também

Comentários