Atentando

Perícia encontra digitais em carro usado em atentado contra família de ex-prefeito em São José da Laje

Fragmentos papiloscópicos serão confrontados para tentar identificar os suspeitos do crime

POR: 7 segundos com Assessoria
Carro usado por criminosos durante atentado
Perícia Oficial

O carro utilizado em uma tentativa de ação criminosa contra familiares do ex-prefeito na cidade de São José da Laje, nesta segunda-feira (14), foi periciado na manhã desta terça-feira (15), na sede do Instituto de Criminalística de Alagoas. O exame foi realizado para tentar encontrar vestígios como impressões digitais dos autores do delito e a identificação veicular.

Segundo a chefia especial do Instituto de Criminalística, o veículo gol prata, com placa PFR7135 da cidade de Vertente do Lerio em Pernambuco foi examinado pelos peritos criminais Clísney Omena e Neuma Oliveira. O carro foi localizado e apreendido poucas horas após a ação criminosa numa região conhecida como Sítio Cutia Queimada, na zona rural de São José da Laje.

“A perícia constatou que o veículo possui queixa de roubo na cidade de Caruaru e não possui sinais de adulteração. Nos exames foram coletadas várias impressões digitais, que passarão por confronto papiloscópico. Com esse exame pode-se chegar à identificação dos suspeitos dessa tentativa frustrada”, explicou Wellington Melo, chefe especial do IC.

A abordagem criminosa frustrada por uma ação rápida do motorista que seria uma das vítimas foi gravada por câmeras de vídeo monitoramento. Nas imagens é possível ver o veículo periciado parando e três indivíduos descendo, sendo um deles armado, na tentativa de abordar as vítimas que estavam no outro veículo.

Como as imagens não são tão nítidas, o exame de papiloscopia será de extrema importância para tentar identificar os indivíduos que atuaram no local de crime. Em vários casos, o levantamento de impressão digital tem contribuído efetivamente identificação de pessoas.

“Destaca-se a importância da preservação da cena do crime, para que se obtenha êxito na investigação. É fundamental que populares e agentes de segurança não toquem em objetos usados nas ações delituosas, para que não se tornem suspeitos, tampouco prejudiquem os trabalhos policiais e periciais.”, alertou o perito Wellington Melo.

7 segundos Alagoas atentado carro digitais Ex José lage Perícia prefeito São

Veja Também

Comentários