CRIME AMBIENTAL

Sobe o número de cidades afetadas por manchas de óleo em AL

Porto de Pedras entrou na lista do Ibama, atualizada nesta quarta-feira (23)

POR: 7Segundos
Manchas retiradas da Praia de Porto de Pedras
Cortesia ao 7Segundos

Subiu para 13 o número de cidades alagoanas atingidas por manchas de óleo. Segundo o relatório recente atualizado na noite desta quarta-feira (23), pelo Instituto Brasileiro de Meio Ambiente (Ibama), Porto de Pedras, no Litoral Norte do Estado, entrou na lista.

No último sábado (19), a Justiça Federal em Alagoas concedeu liminar determinando que a União e o Ibama implantem, no prazo de cinco dias, barreiras de proteção, com o adequado monitoramento, nos manguezais, nas principais áreas de desova das tartarugas marinhas em Alagoas.

As áreas citadas no documento são: praias da Jatiúca até Ipioca, praias do Francês e Barra de São Miguel, praias do Gunga e Jequiá da Praia, no Rio São Francisco, nas lagoas Mundaú e Manguaba (CELMM) e no rio Tatuamunha (na Área de Proteção Ambiental Costa dos Corais na cidade de Porto de Pedras), local de proteção do peixe-boi.

O documento diz ainda que a União, juntamente com o Ibama, devem adotar todas as medidas necessárias para a contenção, recolhimento e adequada destinação do material poluente retirados destas áreas.

Confira a lista dos municípios afetados: 

Feliz Deserto;

Maceió;

Piaçabuçu;

Coruripe;

Paripueira;

Roteiro;

Barra de Santo Antônio;

Marechal Deodoro;

Passo de Camaragibe;

Japaratinga;

Barra de São Miguel;

Maragogi e;

Porto de Pedras.

Ibama óleo porto de pedras praias

Veja Também

Comentários