POLÍTICA

Freixo: Política não pode ser movida por ódio 'Chega de inimigos'

Para o deputado, a soltura de Lula aponta para um momento de reorganização da política brasileira

POR: Agência Brasil
Marcelo Freixo
Ricardo Moraes / Reuters

O deputado federal Marcelo Freixo (PSOL-RJ) chegou há pouco para o ato político em frente ao Sindicato dos Metalúrgicos do ABC. "A prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi arbitrária. Foi um movimento de injustiça que a gente não quer ver para ninguém", disse.

Para Freixo, a soltura de Lula aponta para um momento de reorganização da política brasileira e de uma "frente ampla" da esquerda. "Lula em liberdade podendo rodar o País em um momento tão importante para a democracia é fundamental."

"É um momento de reafirmar a democracia. A política não pode ser movida por ódio. Chega de ódio, chega de inimigos. A gente pode ter diferenças políticas. Perdemos uma eleição, não perdemos o País."

Freixo também afirmou que é preciso melhorar o patamar da política. "Chega de rancor. Por que falar em fechamento do Congresso? Como é que em plena democracia a gente está falando de AI-5?", disse o deputado federal pelo PSOL do Rio de Janeiro.

Brasil freixo Lula noticiaa Política psl pt

Veja Também

Comentários