Direitos humanos

TJ de Alagoas institui Coordenadoria de Direitos Humanos

Órgão vai assessorar a Presidência na formulação de políticas voltadas à salvaguarda dos direitos humanos

POR: Assessoria
Coordenadoria deve ainda contribuir para a formação de magistrados e servidores na área de direitos humanos
Arte: Clara Almeida (TJ/AL)

O Tribunal de Justiça de Alagoas (TJAL) instituiu, por meio de resolução publicada nesta terça-feira (19), uma Coordenadoria de Direitos Humanos (CDH). O órgão vai assessorar a Presidência na formulação de políticas e diretrizes voltadas à salvaguarda dos direitos humanos e atuar na articulação de projetos com entidades estaduais, nacionais e internacionais, públicas ou privadas.

De acordo com a resolução n 37, a Coordenadoria deve ainda contribuir para a formação inicial, continuada e especializada de magistrados e servidores na área de direitos humanos.

A CDH será composta por um desembargador e por três juízes, sendo preferencialmente um juiz auxiliar da Presidência, o juiz titular da Vara com competência nos crimes contra pessoas vulneráveis e um juiz auxiliar da Corregedoria Geral da Justiça.

Também farão parte o juiz coordenador dos Centros Judiciários de Solução de Conflitos e Cidadania (Cejuscs) e quatro servidores. As designações ainda serão feitas pelo presidente do Tribunal, desembargador Tutmés Airan de Albuquerque Melo.

7Segundos Alagoas coordenadoria direitos Humanos institui justiça segundos sete TJ

Veja Também

Comentários