Em Brasília

Deputado do PSL vandaliza exposição sobre o Mês da Consciência Negra na Câmara

Coronel Tadeu (PSL-SP) não aceitou ver uma denúncia sobre a violência policial e quebrou um quadro que continha informações e uma charge do cartunista Latuff

POR: Revista Fórum
Obra fazia parte da exposição (Re)Existir no Brasil – Trajetórias negras brasileiras
Reprodução

O deputado federal Coronel Tadeu (PSL-SP) arrancou nesta terça-feira (19) um quadro de exposição na Câmara dos Deputados que denunciava o genocídio da população negra no Brasil. A obra violada trazia dados sobre a violência do Estado contra negros e negras e tinha uma charge do cartunista Carlos Latuff.

“Absurdo! Um deputado acabou de arrancar um quadro da exposição (Re)Existir no Brasil – Trajetórias negras brasileiras, aqui na Casa. O quadro trazia dados sobre a violência de Estado contra negros e pobres. Não adianta quebrar placas! Precisamos de outra política de segurança!”, denunciou a deputada Talíria Petrone (PSOL-RJ).

O cartunista Latuff também condenou o episódio. “Essa agressão de um policial militar, que por acaso também é um parlamentar, contra uma charge exposta no Congresso Nacional e que denuncia a violência policial, nos leva a seguinte reflexão. Se fazem isso contra um cartaz, imagine contra gente de carne, osso e pele negra!”, publicou.

A deputada federal Jandira Feghali (PCdoB-RJ) afirmou que vai acionar o Conselho de Ética da Câmara pela atitude do parlamentar.

 

Consciência Negra Coronel Tadeu deputado psl

Veja Também

Comentários