Cidadania

Governo de Bruno Covas em São Paulo multa Itaú em R$ 3,8 bilhões

Acusação é de fraude fiscal

POR: Catraca Livre
Bruno Covas permanece internado devido a coágulo no coração
Agência Brasil

A gestão de Bruno Covas (PSDB), prefeito de São Paulo (SP), multou o banco Itaú em R$ 3,8 bilhões por suposta fraude fiscal.

O caso foi descoberto após a realização de uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) de sonegação tributária, partindo da suspeita de que o banco simulou um endereço em outro município, para deixar de pagar impostos na capital paulista.

De acordo com o jornal Folha de S. Paulo, a fraude foi apontada se levarmos em consideração que o tal valor é superior ao orçamento da Secretaria Municipal de Transportes de São Paulo – de R$ 60 bilhões.

Vale lembrar que em maio, o Itaú fechou acordo com a CPI, presidida pelo vereador Ricardo Nunes (MDB), se comprometendo a trazer operações de leasing e de cartões e a empresa Rede para São Paulo. Assim, a cidade passaria a arrecadar cerca de R$ 230 milhões em impostos.

Branco Bruno Covas fraude fiscal itau

Veja Também

Comentários