consciência negra

Mais de 8 mil turistas visitaram a Serra da Barriga no 20 de novembro 

Pavimentação realizada pelo Governo de Alagoas deverá potencializar turismo na região 

POR: Agência Alagoas
Visita a Serra da Barriga
André Palmeira 

Oito mil pessoas visitaram a Serra da Barriga durante o feriado do Dia da Consciência Negra, celebrado na última quarta-feira, 20 de novembro. Em 2018, o número foi de cinco mil turistas. O total alcançando em um único dia chega a ser superior ao número de turistas que visitaram a Serra durante todo o primeiro semestre de 2019. Nos seis primeiros meses do ano, sete mil pessoas estiveram no local. 

A expectativa é que os números positivos passem a ser uma constante, uma vez que o espaço conta, desde o último dia 14, com um novo acesso e pavimentação, infraestrutura que contribui diretamente para alavancar o potencial turístico da Serra. 

Mano Gil do Quilombo é guia de turismo no local há seis anos, explorando todo o potencial histórico, étnico e cultural da região. Para ele, o novo acesso deverá  atrair mais pessoas e movimentar a economia.  

“A chegada de mais turistas enriquece e desenvolve a economia local. Eu ganho para guiar as pessoas, vendo o meu artesanato, o comerciante da cidade vende mais para os restaurantes, que servem mais comida da culinária afro-indígena, e assim todo mundo ganha. Agora que o acesso está bom, os visitantes podem subir a Serra do inverno ao verão. Divulgando, o turista passa a visitar a sua casa, que é o Quilombo dos Palmares, onde começou o Brasil”, comemora o informante turístico da Serra da Barriga. 

Executada pelo Governo de Alagoas, por meio da Secretaria de Transporte e Desenvolvimento Urbano (Setrand), as obras garantiram a pavimentação da estrada que vai da parte urbana até a base da Serra. São 7,4 quilômetros que agora contam com sarjetas, passeios, pórticos, sinalização horizontal e vertical. 

Para o secretário do Desenvolvimento Econômico e Turismo, a região vive um momento positivo. “A obra de infraestrutura representa um sonho realizado do turismo alagoano. Ela significa uma nova fase para a Serra da Barriga, com desenvolvimento e geração de emprego e renda. O resultado beneficia o município e toda a cadeia turística, que agora conta com um excelente aliado na potencialização dos Quilombos enquanto atrativo turístico”, destaca Rafael Brito.

Festival Quilombola

Com um novo formato, o Festival Quilombola, realizado entre os dias 14 e 17 de novembro, recebeu em sua última edição aproximadamente 7 mil e 500 pessoas. Quem visitou pôde aproveitar um menu gastronômico da culinária afro-brasileira a preço fixo, no valor de R$ 15, e ainda apresentações culturais e artísticas. 

Consciência Negra Serra da Barriga turistas União dos Palmares

Veja Também

Comentários