ÁREA DE RISCO

Braskem inicia programa de indenização e remoção de famílias

Plano prevê desocupação de 400 imóveis e realocação de 1,5 mil pessoas

POR: Redação, com assessoria
Rachaduras em residência no Pinheiro
Angelo Farias/ 7Segundos

A Braskem irá executar na próxima segunda-feira (09) o plano de desocupação de cerca de 400 imóveis e a realocação de 1,5 mil pessoas que vivem no entorno de 15 dos 35 poços de extração de sal-gema da petroquímica, nas áreas de risco de Maceió. A ação faz parte do "Programa de Compensação Financeira e Apoio à Realocação" dos moradores que estão dentro da área de resguardo em torno de 15 dos 35 poços de extração de sal-gema. 

Após reuniões com a Defesa Civil, ficou definido o mapa de desocupação dos imóveis. Nas ações de realocação de moradores serão priorizadas as áreas recomendadas pelos especialistas. A Defesa Civil acompanhará e dará suporte para a implementação das medidas.

O Programa de Compensação inclui indenização aos moradores da área de resguardo em torno dos poços e apoio durante todo o processo. O Programa terá critérios para garantir o mesmo tratamento a todos os moradores.

A primeira ação do Programa será uma visita de técnicos sociais à área, na qual será feito o registro de cada imóvel e do número de pessoas que nele vivem. A Braskem instalará, nos próximos 15 dias, uma Central do Morador, que irá concentrar serviços e informações às famílias e no qual as pessoas poderão tratar sobre compensação e apoio à sua realocação.

Especialistas em mediação e facilitação, psicólogos, assistentes e técnicos sociais contratados pela Braskem darão suporte aos moradores, inclusive na busca de um novo imóvel e na mudança. Nos próximos dias, a Braskem informará o endereço e os horários de funcionamento da Central do Morador.

O telefone 0800-006-3029, que recebe ligações gratuitas também de celulares, permanece ativo para esclarecimento de dúvidas e orientação aos moradores, inclusive quanto ao programa de compensação.

Fechamento dos poços

A Braskem anunciou no dia 14 de novembro o fechamento de seus 35 poços de sal em Maceió e a criação de uma área de resguardo em torno de 15 deles. A operação de extração de sal já estava paralisada desde maio deste ano, assim como a fábrica de cloro-soda no Pontal da Barra. As equipes foram mantidas e a fábrica de PVC  em Marechal Deodoro segue funcionando.

Veja o mapa da área de realocação

Braskem indenização programa remoção

Veja Também

Comentários