POLÍCIA

Jovem se finge de gato e mia embaixo da cama para não ser achado por policiais

Ele é suspeito de ter participado de um latrocínio em Fortaleza

POR: Correio 24h
Sirene
Reprodução

Após um crime de latrocínio (roubo seguido de morte) no bairro Conjunto Esperança, em Fortaleza, nesta quarta-feira, 4, um homem foi ao 19º DP identificando-se como uma das vítimas. No entanto, as imagens  do circuito de segurança mostraram que ele havia participado do crime e acabou preso. 

O suspeito então acusou outra pessoa, um adolescente, por também ter participado da ação. Quando a Polícia chegou à residência dele, o rapaz fingiu ser um gato para não ser preso. Escondido embaixo da cama, ele chegou a miar.

De acordo com o inspetor Rodrigo Miaggy, na residência, a mãe e a tia do adolescente afirmaram que ele não morava mais ali, e ao serem indagadas sobre quem dormia em uma das camas, as duas responderam que era um gato.  

Neste momento, o policial civil afirma que um miado foi ouvido embaixo da cama. Ao levantar o móvel, o adolescente suspeito estava lá. Ele havia fingido ser o gato e miou para não ser apreendido.

O caso foi encaminhado ao 19º DP e a Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA). 

Latrocínio foi flagrado por câmeras de segurança 
Um comerciante foi vítima de latrocínio no bairro Conjunto Esperança, em Fortaleza, nesta quarta-feira, 4. Ao constatar que estava sendo abordado, ele acelerou o carro em direção aos assaltantes, que estavam em uma moto, mas acabou sendo alvejado por tiros. Um adulto foi preso e um adolescente apreendido. O caso foi registrado nesta quarta-feira, 4.

As imagens das câmeras de segurança mostraram o momento em que o comerciante está parado dentro do veículo quando os dois assaltantes chegam na motocicleta e abordam o abordam.

O automóvel derruba a motocicleta e o comerciante é baleado e tem pertences levados.

 

Brasil crime Fortaleza jovem latrócínio Nordeste Polícia violência

Veja Também

Comentários