OPERAÇÃO FLORENCE

“Não tem envolvimento do vice”, diz Renan Filho sobre operação da PF

Ação prendeu filha e genro de Luciano Barbosa, na quarta-feira (11)

POR: 7Segundos
Renan Filho participa de coletiva na SSP/AL
Facebook/Governo de Alagoas

O governador Renan Filho (MDB) se pronunciou pela primeira vez, nesta sexta-feira (13), sobre a Operação Florence Dama da Lâmpada - deflagrada na quarta-feira (11), pela Polícia Federal (PF), Controladoria Geral da União (CGU) e Ministério Público Federal (MPF) - que resultou na prisão filha do vice-governador de Alagoas, Lívia Barbosa, e o genro, Pedro Silva. 

Renan Filho negou que o vice-governador tenha tido envolvimento no esquema que desviou cerca de R$ 30 milhões da Saúde através de serviços de Órtese, Prótese e Materiais Especiais (OPME) no Estado. "Não tem envolvimento do vice-governador, houve a prisão da filha dele, que inclusive foi solta e está em casa, nesse momento", disse.

"O Brasil vive um momento de muita dificuldade, com todos os dias acontecendo operações. O que eu desejo é que a investigação seja profunda, aprecie quem tem responsabilidade. O governo está sempre firme para com transparência apoiar as investigações e punir se houver culpados. E se não houver, que as pessoas tenham o direito de se defender ", completou Renan.

A operação

O nome da operação é inspirado em Florence Nightingale, enfermeira que ficou famosa por ser pioneira no tratamento a feridos de guerra, durante a Guerra da Crimeia, que se estendeu de 1853 a 1856, na península da Crimeia (no Mar Negro), no sul da Rússia e nos Bálcãs. Ficou conhecida na história pelo apelido de "A dama da lâmpada", por se servir deste instrumento de iluminação ao auxiliar os feridos durante a noite. Ela é considerada a fundação da enfermagem moderna. 

Florence Dama da Lâmpada governador Luciano Barbosa Operação Renan Filho

Veja Também

Comentários