decisão

Judiciário decide manter despromoções de militares

Policiais tentaram nos últimos dias sensibilizar desembargadores

POR: 7Segundos
Sede do Tribunal de Justiça de Alagoas, no Centro de Maceió
Assessoria

Mesmo com a pressão nos últimos dias, os policiais militares não conseguiram mudar o voto dos desembargadores do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ-AL) que nesta terça-feira (17) votaram pela manutenção das despromoções realizadas pelo Estado.

A suspensão determinada pelo presidente Tutmés Airan foi mantida por maioria. Cinco desembargadores acompanharam Airan, relator dos processos relacionados, que abrangem casos de promoções concedidas por juizados especiais ou por concessão de tutela antecipada.

“Infelizmente eu não vejo outra saída a não ser darmos esse freio de arrumação”, disse o desembargador.

Votaram com o relator Fábio Bittencourt, José Carlos Malta, Washington Luiz, Domingos Neto e Pedro Augusto Mendonça. Cinco desembargadores divergiram: Fernando Tourinho, Otávio Praxedes e Klever Loureiro, Elisabeth Carvalho e Celyrio Adamastor.

Desde a semana passada os militares tentavam mudar os votos dos desembargadores e pediam o adiantamento de um recurso que tentava anular as despromoções.

Alagoas despromoções mantida militares

Veja Também

Comentários