EM SIGILO

MP/AL irá investigar conduta de promotor que atirou em caixa de som

Portaria foi publicada no Diário Oficial do MPE, nesta sexta-feira (03)

POR: 7Segundos
Caso ocorreu em Maceió na madrugada desta quarta-feira (01); policia Militar foi acionada
Reprodução vídeo

O Ministério Público de Alagoas (MP/AL) instaurou procedimento investigatório para apurar o episódio ocorrido na festa de réveillon no Condomínio Aldebaran,  em Maceió, onde o promotor de Justiça Adriano Jorge Correia de Barros Lima efetuou oito disparos de arma de fogo contra a residência de vizinhos. A portaria foi publicada no Diário Oficial do MP/AL, desta sexta-feira (03).

Segundo relato de uma moradora do condomínio que gravou o momento que a Polícia Militar foi acionada, o integrante do MP/AL teria ficado irritado com o barulho do som de uma das casas do condomínio. Ainda de acordo com o vídeo, irritado, o promotor teria ido até o local onde as pessoas comemoravam a virada do ano e efetuado disparos de arma de fogo em direção a caixa de som  da marca JBL.

A investigação será conduzida pelo Procurador-Geral de Justiça, Alfredo Gaspar de Mendonça, mas conforme portaria seguirá em sigilo. O ato do promotor pode ser tipificado no artigo 15 da Lei do Desarmamento, que prevê uma pena de dois anos e quatro meses de reclusão, e no artigo 163 do Código Penal, que prevê pena de seis meses ou multa  por destruir, inutilizar ou deteriorar coisa alheia.

Alagoas caixa de som Ministério Público promotor Réveillon tiros

Veja Também

Comentários