ORLA

Ronda no Bairro prende homem suspeito de injúria racial na Ponta Verde

Vítima teria sido chamada de ‘nega safada’ após esbarrar com o acusado, que corria na orla, segundo testemunhas

POR: Assessoria
Ronda no Bairro prende homem por injúria racial contra mulher
André Palmeira

Um homem de 28 anos foi preso por agentes do Programa Ronda no Bairro, do Governo do Estado, na Ponta Verde, nesta segunda-feira (20), suspeito de injúria racial. A guarnição patrulhava a região quando avistou populares numa suposta tentativa de agressão e se aproximou para proteger a integridade física do homem.

Aos agentes, testemunhas esclareceram a situação e informaram que o suspeito corria pelo calçadão da avenida Álvaro Otacílio quando a vítima - uma mulher negra de 29 anos - vinha caminhando pela orla e ambos acabaram se esbarrando. 

Neste momento, segundo os populares, a mulher pediu desculpas pelo ocorrido, mas o homem alterou o tom de voz e passou a proferir palavras de baixo calão e injúrias raciais contra a vítima. “Quando ela tentou ir embora, ele ficou gritando ‘sai daí, sua nega safada’” (sic), afirmou uma das testemunhas. 

O suspeito, então, foi vaiado por populares e a vítima afirmou que o denunciaria, pedindo apoio aos populares para levá-lo até a base da Operação Policial Litorânea Integrada (Oplit), ali próximo, ao passo em que o suspeito foi cercado. 

O homem confessou aos agentes que havia cometido o crime e recebeu voz de prisão. Ele ainda pediu desculpas, mas tentou fugir do local em seguida e foi contido, passando a ameaçar a vítima caso ficasse preso e perdesse o emprego.

Com base no relato das testemunhas e na confissão do suspeito, ele foi encaminhado à Central de Flagrantes I, no Pinheiro, com o apoio de uma viatura do 1º Batalhão de Polícia Militar (1ºBPM), para a realização dos procedimentos cabíveis. Chegando lá, o suspeito foi preso, mas pagou fiança e foi liberado em seguida.

injúria racial Ponta Verde Prisão Ronda no Bairro

Veja Também

Comentários