educação

Notas do Enem em Alagoas seguem sem reclamações

Nenhuma queixa formal foi entregue ao Ministério Público Federal

POR: Marcos Filipe Sousa
Sede do MPF em Alagoas
Ascom MPF/AL

Os Ministérios Públicos Federais em diversas partes do país estão recebendo ao longo dos dias reclamações sobre a correção das provas do Enem, realizadas em novembro do ano passado.

Em contato com o órgão em Alagoas, até o momento não foi registrada nenhuma queixa formal. Pelo fato do Governo Federal aplicar as provas, as reclamações devem ser feitas no MPF.

Dezenas de estudantes de ao menos cinco estados acionaram o MPF em busca de medidas em relação a supostos problemas com suas notas do Enem 2019.

O governo diz que os erros atingiram 5.974 participantes. Contudo, 172 mil queixas foram encaminhadas ao MEC.

A gestão Bolsonaro manteve a abertura do Sistema de Seleção Unificado (Sisu) na noite de terça-feira (21).

Em nota, o Inep afirmou que não havia sido notificado oficialmente sobre nenhum caso. "A autarquia já está preparada para manifestação em qualquer ação judicial que, por ventura, venha a existir", afirmou o órgão.

As representações exigem indenização por danos morais aos estudantes afetados, auditoria nas investigações envolvendo os erros nas provas e apuração sobre possível responsabilização de Weintraub e do presidente do Inep, Alexandre Lopes.

Alagoas correção Erros MPF provas

Veja Também

Comentários