Caso Danilo

Padrasto de Danilo é indiciado pela morte do menino

Os detalhes serão repassados em coletiva

POR: 7 Segundos
José Roberto de Morais, padrasto do menino Danilo Almeida
Reprodução/ TV Ponta Verde

O Ministério Público Estadual de Alagoas denunciou José Roberto de Morais, padrasto do menino Danilo Almeida, de 7 anos, assassinado no bairro do Clima Bom em outubro de 2019.

Os detalhes serão repassados em coletiva, nesta terça-feira (28), às 8h, no auditório do Ministério Público, na sede das Promotorias, no Barro Duro.

A Comissão de delegados responsável por apurar as circunstâncias do assassinato do menino Danilo informou que indiciou e pediu a prisão do seu padrasto por ser suspeito da autoria do crime. Maiores detalhes da investigação serão repassados em coletiva à imprensa às 11h no auditório da polícia civil em Jacarecica.

Relembre o caso

Danilo desapareceu na tarde do dia 11de outubro de 2019, ao sair de casa  acompanhado do irmão gêmeo para levar um garfo para o padrasto em uma oficina perto de casa, porém se distraiu com uma banda de fanfarra e resolveu acompanhar o desfile. Nesse momento, segundo o irmão, ele foi levado por uma mulher de cabelo verde em uma bicicleta. 

Desesperados, familiares da criança foram a delegacia e registraram um Boletim de Ocorrência. Mais tarde, moradores do bairro fizeram um mutirão para tentar localizar a criança, que foi encontrada sem vida em um beco conhecido como 'Beco da Malia'.

O corpo de Danilo apresentava perfurações de faca na região da cabeça e do pescoço, porém sem vestígios de sangue, o que indica que havia sido 'limpo' antes de ser abandonado. 

7 segundos Alagoas Caso Danilo Delegacia delegados José Roberto de Morais Maceió menino Danilo Ministério Público padrasto danilo Polícia sete segundos

Veja Também

Comentários