CINEMA ALAGOANO

Filme alagoano participa do maior evento de cinema brasileiro contemporâneo

A 23ª Mostra de Cinema de Tiradentes ocorreu entre os dias 24 de janeiro e 1° de fevereiro, em Minas Gerais

POR: 7Segundos com Alagoar
Filme alagoano participa de Mostra de cinema Nacional
Foto:Netun Lima/Universo Produção

Quem substima o cinema alagoano, nem imagina a potência que ele é dentro e fora de circuitos de cinema espalhados pelo Brasil e pelo mundo. 

Entre os dias 24 de janeiro e 1° de fevereiro, ocorreu na cidade mineira de Tiradentes, a 23ª Mostra de Cinema de Tiradentes. Na sala de cinema, 35 alagoanos se reuniram para debater o filme Cavalo, que teve sua estreia na Mostra. 

A 23ª Mostra de Cinema de Tiradentes ,é  o maior evento do cinema brasileiro contemporâneo em formação, reflexão, exibição e difusão. Tem uma rica trajetória que ocupa lugar de destaque no centro da história do audiovisual e no circuito de mostras e festivais realizados no Brasil.

O evento, exibiu mais de 100 filmes brasileiros em pré-estreias nacionais, prestou homenagens a personalidades do audiovisual, promoveu oficinas, seminário, debates e realizou uma série de Encontros com os Filmes, Mostrinha de Cinema e atrações artísticas que beneficiou um público estimado em mais de 35 mil pessoas.

Dessa forma, o cinema alagoano, vivenciou um momento ímpar e que elevou a potencialidade da 7ª arte na região do país, onde a cultura e as formas de fazer cinema são vistas dentro de contextos distintos,que exigem coragem de seus idealizadores.

O filme Cavalo, é um longa metragem dirigido por Rafhael Barbosa e Werner Salles, que começou a ser produzido em Alagoas, no ano de 2015, através do Prêmio Guilherme Rogato, um projeto da Prefeitura de Maceió, por meio da Fundação Municipal de Ação Cultural (FMAC).

O longa possui uma linguagem híbrida, que flutua entre documentário, ficção e experimentação, para falar sobre a memória da ancestralidade no corpo.

O processo de produção e realização do longa, puderam ser debatidos e questionados por seus realizadores e pelo público que acompanhou a exibição do filme que abre os caminhos para a produção audiovisual no estado a partir de uma nova perspectiva. 

Para quem curte cinema e incentiva a produção audiovisual em Alagoas, a participação do filme em uma Mostra Nacional, reconhecida em todo país é um grande salto para a o cinema alagoano, se tornando a porta de entrada para as perspectivas futuristas do fazer audiovisual no estado.

Pode-se dizer, que  em alagoas, o cinema existe e resiste e tende a projetar imagens com ponto de vista original baseados nas estruturas sociais e políticas, do estado e do país, além de trazer para as salas de exibições uma perpectiva que se desprende do contexto atual e ganha forma através da coragem de seus idealizadores. 

 

alagoano Alagoas Cavalo cinema Geral Maceió Minas Gerais Mostra de Cinema

Veja Também

Comentários