nesta quarta

Após protestos, Prefeitura inicia realocação de pescadores no Jaraguá

Trabalhadores serão transferidos da Balança do Peixe para o Centro Pesqueiro

POR: 7Segundos
Caminhões da Prefeitura fazem transferência de pescadores
7Segundos

Após acordo, teve início por volta das 10 horas desta quarta-feira (04) a transferência de marisqueiras, pescadores e vendedores da Balança do Peixe para o Centro Pesqueiro, no bairro do Jaraguá, em Maceió.

No início da manhã, trabalhadores protestaram contra a realocação para o Centro Pesqueiro. Para impedir a entrada dos veículos da Prefeitura, que fariam a mudança, trabalhadores ateraram fogo em pneus bloqueando a principal via do bairro.  

Equipes do Gerenciamento de Crises da Polícia Militar e da Guarda Municipal foram acionadas e negociaram com os manifestantes a liberação da via e início da transferência dos trabalhadores.

Segundo os trabalhadores, um dos motivo que deu origem ao protesto é que o espaço disponibilizado pela Prefeitura não está adequado para o desempenho das atividades. Entre as reclamações está a implementação de um rodízio entre os vendedores, do compartilhamento dos espaços de venda e o mau funcionamento da fábrica de gelos.

Reinvidicações dos trabalhadores foram discutidas e esclarecidas com a gestão do Centro Pesqueiro.

Participam da operação de realocação a Secretaria Municipal de Segurança Comunitária e Convívio Social (Semscs), Secretaria Municipal de Turismo, Esporte e Lazer (Semtel), Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas), Secretaria Municipal de Gestão (Semge), Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT), Gabinete de Governança (GGov), Superintendência Urbana de Desenvolvimento Sustentável (Sudes), Superintendência Municipal de Energia e Iluminação Pública (Sima) e Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminfra). Além dos órgãos municipais, também participam da ação o Corpo de Bombeiros, a Polícia Militar, Instituto Brasileiro de Desenvolvimento e Sustentabilidade (Iabs) e Equatorial S.A.

O assessor Técnico de Planejamento de Políticas de Segurança Pública da Semscs, Louvercy Monteiro de Oliveira, explica que a realocação trará benefícios para todos. “Nós vamos disponibilizar todos os equipamentos para que ninguém perca nenhum bem. A transferência é necessária e benéfica. No Centro Pesqueiro os permissionários terão melhores condições de trabalho, com estrutura para conservação dos produtos, higiene e espaço para estacionamento de clientes”, afirma.

Centro Pesqueiro Jaraguá pescadores transferência

Veja Também

Comentários