SOB MONITORAMENTO

Navio Costa Pacifica aporta em Maceió com mais de 3.500 cruzeiristas

Ele é um dos navios programados para aportar na cidade até abril deste ano

POR: Secom Maceió
Navio Costa Pacífica
Ascom Semtel

A temporada de cruzeiros segue movimentada em Maceió. Nesta segunda-feira (09), a capital alagoana recebeu mais um transatlântico da lista de navios programados para aportar na cidade até abril deste ano. Com 3.586 passageiros, entre passageiros e tripulantes, o Costa Pacifica partiu de Salvador e chegou à cidade com milhares de turistas brasileiros e estrangeiros de vários países.

No Porto de Maceió, os visitantes, foram recepcionados pela equipe da Secretaria Municipal de Turismo, Esporte e Lazer (Semtel), com informações turísticas disponibilizadas no Centro de Atendimento ao Turista (CAT) Móvel por atendentes que falam diversos idiomas, apresentações culturais, exposição de artesanato e produtos regionais. Enquanto os navios estão na cidade, a Semtel realiza atendimento aos visitantes com a divulgação dos atrativos e distribuição de materiais informativos.

Segundo o gestor da Semtel, Jair Galvão, a recepção aos cruzeiristas é um dos pontos fundamentais na aproximação com os turistas e um contato fundamental para fidelizar esses visitantes que podem retornar a capital alagoana em um outro momento e permanecer na cidade por um período maior e na companhia de outras pessoas.

“A Prefeitura de Maceió investe em várias frentes de aproximação com esses visitantes e uma das principais é o serviço de informações turísticas e recepção aos cruzeiristas coordenado pela Semtel. Um contato fundamental para apresentar a esses passageiros nossos grandes atrativos por meio de uma fonte oficial e que potencializa um retorno a cidade e um maior tempo de permanência em Maceió por parte desses turistas”, apontou.

Incremento na economia local

Além do Costa Pacifica, três navios extras que estão vindo de outras cidades do Brasil estão previstos para aportar em Maceió ainda este mês: MSC Fantasia, MSC Sinfonia e MSC Seaview – este último apontado como o maior navio da temporada de cruzeiros no Brasil e o maior da história do País. Esse gigante dos mares, como é conhecida a embarcação, possui capacidade para 6744 (entre passageiros e tripulantes) e deve movimentar sozinha até R$ 4 milhões na economia municipal.

Ao todo, os navios programados ao longo da temporada devem contabilizar mais de 46,7 mil cruzeiristas até abril e gerar até R$ 27 milhões na economia municipal. O cálculo do impacto econômico é feito com base nos indicadores da Associação Brasileira de Cruzeiros Marítimos (CLIA Brasil), que leva em consideração o gasto médio de R$ 581,35 por cruzeirista e um tempo de permanência estimado em sete horas de passeio no destino.

Cruzeiros são monitorados por agência internacional e órgãos de saúde

Ainda que originários de outros continentes, todos os cruzeiros que devem chegar à capital alagoana durante a temporada estão navegando na costa brasileira desde novembro de 2019. Mesmo assim, a Associação Internacional de Linhas de Cruzeiros  está em contato com as autoridades de saúde nacionais e internacionais e segue todas as orientações das agências reguladoras, com monitoramento permanente da saúde dos passageiros e tripulantes, prioridade máxima da associação.

Além da Semtel, a temporada de cruzeiros 2019/2020 conta com o apoio da administração do Porto de Maceió, Empresa Irmãos Britto, Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT), Superintendência Municipal de Iluminação Pública (Sima), Luck Receptivo, JR Turismo, Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros por Fretamento e Turismo de Alagoas (Sinfetur), Sindicato dos Taxistas do Estado de Alagoas, Sindicato dos Guias de Turismo do Estado de Alagoas (Singtur), Batalhão de Polícia de Trânsito (BPTran), Sedetur, Polícia Militar, Oplit, Corpo de Bombeiros, Guarda Municipal, Exército Brasileiro e Procon Maceió.

Costa Pacífica Maceió Navio

Veja Também

Comentários