ENTRETENIMENTO

Confira dicas do que fazer em casa durante a quarentena

Música, TV, streaming e leitura ajudam a passar o tempo em meio ao isolamento provocado pela pandemia de coronavírus

POR: NSC Total, 7Segundos
Durante a quarentena
Reprodução

Com o crescimento dos casos de coronavírus no Brasil, o isolamento social virou regra: manter-se em casa é a única maneira de quebrar a cadeia de transmissão da doença e conter o avanço da pandemia. Mas entretenimento não falta: diversos recursos e iniciativas ajudam a distrair e divertir adultos e crianças em tempos de quarentena. Por essa razão,selecionamos algumas opções que valem a pena conferir:

TV e streaming

Diversos serviços de streaming e canais de TV por assinatura liberaram acesso gratuito mesmo para quem não é assinante. Os seis canais do Telecine estão disponíveis em todas as operadoras de TV por assinatura por tempo indeterminado. O serviço de streaming do canal, que conta com mais de 2 mil filmes, também está disponível para uso gratuito. A Claro TV também divulgou que seus canais foram liberados para todos os usuários, sem necessidade de assinatura.

A plataforma de streaming da Globo, o Globoplay, está com diversos títulos de sua programação abertos por 30 dias - a maioria do conteúdo é infantil, com o objetivo de ser uma opção de entretenimento para as crianças, que estão sem aulas. A Sky TV também liberou uma série de canais pelo Sky Pay, plataforma de vídeo da empresa: entre os canais disponíveis estão Animal Planet, Boomerang, Cartoon Network, Discovery, GloboNews e Sony Channel.

Cursos gratuitos

​Plataformas online e aplicativos disponibilizaram cursos gratuitos para o período de quarentena: há oportunidades para aprender sobre empreendedorismo, programação, negócios, e até mesmo sobre o próprio coronavírus. Além disso, é possível aproveitar o maior tempo em casa para aperfeiçoar seus conhecimentos sobre idiomas e, para aqueles que estão trabalhando em home office, pegar dicas sobre como manter a produtividade nesse sistema. Senai, Saint Paul, Casa do Saber, FGV, Stoodi, Veduca, Chatclass e ESPM estão entre as instituições e plataformas que oferecem os cursos gratuitos.

Netflix com os amigos

Que tal assistir filmes e séries na companhia de seus amigos, mesmo à distância? Isso é possível com o Netflix Party, uma extensão gratuita para Google Chrome: por meio dela, um grupo pode assistir o mesmo filme ou episódio ao mesmo tempo, cada um em seu computador, e compartilhar comentários e reações em tempo real. Para usar, é preciso ter uma conta ativa na plataforma de streaming.

Visitas virtuais a museus

Em parceria com o Google, diversos museus e galerias disponibilizam tours virtuais por meio da captação de imagens por satélite. Além da tecnologia que mostra o tour em 360 graus, o site de cada lugar traz informações sobre história da arte, compila obras de artistas famosos e divide os acervos por tema. Alguns dos museus que oferecem o serviço são o Louvre, de Paris; o Museu do Prado, de Madri; o British Museum, de Londres; o Metropolitan Museum, de Nova York; o Musei Vaticani, de Roma; a Pinacoteca di Brera, de Milão; a Galleria degli Uffizi, de Firenze; o Museo Archeologico, de Atenas; e a National Gallery of Art, de Washington.

E-books de graça

A editora L&PM vai postar um e-book gratuito a cada dia pelas próximas semanas - os títulos liberados, assim como as instruções para baixar cada um, estão sendo postados diariamente no Instagram da editora. Alguns dos livros disponibilizados até agora foram Alice no País das Maravilhas, de Lewis Carroll; Arsène Lupin, Ladrão de Casaca, de Maurice Leblanc; e Viagem ao Centro da Terra, de Julio Verne.

Aulas de guitarra

A fabricante de guitarras Fender anunciou que vai oferecer três meses de aulas de guitarra gratuitas online. As aulas vão ser disponibilizadas por meio do Fender Play, serviço online oferecido a iniciantes no instrumento: normalmente, a assinatura do serviço custa US$ 10 por mês, mas, ao longo dos próximos 90 dias, as aulas serão liberadas para todos. Mas atenção: a gratuidade só vale para as primeiras 100 mil pessoas que se cadastrarem no site.

 

Brasil entretenimento Estado Geral notícias quarentena

Veja Também

Comentários