em Maceió

[Vídeo] Cliente de banco é constrangida por registrar filas e caixas quebrados

Fato foi registrado nesta segunda-feira (06), na Caixa Econômica Federal

POR: 7Segundos
Canal de autoatendimento em manutenção
Reprodução

Em época de pandemia da Covid-19, as agências bancárias decidiram limitar o número de clientes no interior dos estabelecimentos para evitar aglomeração, conforme recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS). Entre as medidas adotadas pela Caixa Econômica Federal estão a redução de atendimentos presenciais e o  limite  de distância para que os clientes utilizem os terminais eletrônicos. No entanto, o que se vê são aglomerações de pessoas e terminais de autoatendimento quebrados, o que torna as medidas de prevenção ineficazes.

A cliente D.G., da agência Rosa da Fonseca, procurou o 7Segundos, nesta segunda-feira (06), para denunciar constrangimento sofrido ao registrar imagens dos terminais de autoatendimento quebrados. "Tentei fazer um pagamento em um caixa eletrônico da agência e fiquei abismada pela quantidade de caixas eletrônicos que estavam sem funcionar. Então resolvi fazer um vídeo para mostrar a aglomeração de pessoas que não estavam respeitando o limite de distância, da quantidade de idosos que tinham e de caixas eletrônicos com defeito", informou.

Ela relata que foi obrigada a interromper a gravação e impedida de sair da agência bancária por dois seguranças que foram acionados e colocados na porta do estabelecimento. "Eu interrompi o vídeo devido a uma funcionária — que se identificou como gerente — ter me chamado e dito que eu não podia estar filmando. Ela pediu para que eu apagasse as imagens e, com a negativa, disse que o que eu estava fazendo era crime. Eu me dirigi a saída do banco e ela veio atrás de mim, ficou o tempo todo me coagindo, pressionando e ameaçando chamar a polícia. Dois seguranças foram colocados na porta principal da agência impedindo a minha saída", disse.

"Eu saí de lá indignada depois de ter esperado mais de 20 minutos a polícia chegar. A polícia não chegou e os seguranças saíram da porta. Eu  deixei o local aos prantos e chateada por ter sido tratada como se estivesse roubando ou saqueando os caixas eletrônicos", complementou.

A cliente informou que registrou Boletim de Ocorrência (B.O) e que irá acionar o Procon para denunciar o ocorrido.

O 7Segundos contatou a assessoria de comunicação da Caixa Econômica Federal e aguarda posicionamento.

Veja vídeo:

 

Caixa Econômica cliente constrangimento fila Maceió

Veja Também

Comentários