Doações

Ifal e Ufal doam mais de 1,5 mil litros de hipoclorito de sódio a comunidades carentes

rupo também recebe doação de espessante que vai viabilizar a produção de álcool 70% em gel

POR: Assessoria
Doação de hipoclorito de sódio a comunidades carentes
Assessoria

Um importante composto químico utilizado como desinfetante chegou na casa de mais de mil famílias carentes de Maceió nessa terça-feira, 07. Professores de Química do Instituto Federal de Alagoas (Ifal) fizeram a distribuição de 1.610 litros de hipoclorito de sódio a 1%, produzido em parceria com a Universidade Federal de Alagoas (Ufal), no combate à Covid-19.

Receberam a doação famílias da ocupação Dandara, no Benedito Bentes I; da ocupação Tereza de Benguela, na Cidade Universitária; do conjunto Professor Paulo Bandeira e comunidades vizinhas, do Benedito Bentes II. Elas são assistidas pelo Instituto Casa Viva e Associação Professor Paulo Bandeira.

“Os professores Johnnatan Duarte de Freitas e Mikael de Lima Freitas, ambos do Campus Maceió, e Mirelle Márcio Santos Cabral, de Penedo, passaram informações sobre o uso do sanitizante, onde 50 mililitros do mesmo pode ser diluído para 1 litro de água, para ter-se uma solução a 0,05% de cloro ativo, conforme recomendação da Organização Mundial de Saúde. Essa solução pode ser usada para limpeza de superfícies e objetos. Também pode ser usado 100 mililitros diluídos para 1 litro de água para a limpeza dos calçados”, explica o professor de Química Demetrius Morilla, que também vem atuando na parceria.

A solução sanitizante a 1% vem sendo produzida no Instituto de Química e Biotecnologia da Ufal, com a coordenação da professora Valéria Rodrigues, da universidade. A ação conta também com a ajuda da empresa Troia, que vem doando o hipoclorito para a diluição e produção da solução sanitizante a 1%.

Álcool em Gel

A produção de álcool 70% nas versões líquida e em gel também é uma importante ação de combate ao coronavírus, realizada em parceria do Ifal com a Ufal. Recentemente, o grupo recebeu mais insumos com a doação de 50 quilos do espessante Hidroxi-Propil-Metil-Celulose (HPMC). “A doação desses 50 quilos de espessante equivale à produção de cerca de sete mil quilos de álcool gel 70%”, detalha Demetrius.

A doação foi feita pela empresa Suape Aditivos, que fica em Imbiribeira, em Recife, e foi viabilizada pela ajuda do professor Alan John Duarte de Freitas, a administradora comercial Márcia França e os empresários Eduardo Benozatti e Flavio Benozatti.

Com isso, a produção de álcool em gel 70% ganhou significativo aumento essa semana e o material deve ser destinado ao Hospital Universitário Professor Alberto Antunes (HU), e outras instituições.

“A gente destaca a importância da participação de Gilvan Leite, presidente do Sindicato das Industrias de Plásticos e Tintas do Estado de Alagoas, que mobilizou empresas de plásticos para doarem as embalagens inicialmente; e as Usina Caeté, Usina Suamaúma e Santo Antônio, que realizaram doação de álcool para produção de álcool 70%. Esperamos contar com outras empresas de Alagoas para as doações de álcool 96º GL, hipoclorito e embalagens plásticas, para o bem maior que é a população alagoana mediante esse problema de saúde mundial”, finaliza a professora Valéria Rodrigues.

Galeria de Fotos


7 segundos ajuda Alagoas combate ao covid-19 comunidades carentes Coronavírus doações educação hipoclorito de sódio Ifal Maceió sete segundos Ufal

Veja Também

Comentários