EUA

A mensagem de Michelle Obama contra o racismo: "Estou exausta"

A antiga primeira-dama dos Estados Unidos é uma das vozes mais ativas contra a discriminação e não deixou de se pronunciar sobre a morte de George Floyd

POR: Notícias ao Minuto
Michelle Obama
Reprodução

Amorte de George Floyd acordou ainda mais a luta contra o racismo nos Estados Unidos e Michelle Obama, uma das vozes mais ativas nesta causa, não deixou de se pronunciar publicamente. 

 

Esta sexta-feira, dia 29, a antiga primeira-dama norte-americana fez uso das redes sociais para deixar uma mensagem de esperança e consciencialização.

"Como muitos de vocês, estou a sofrer com estas tragédias recentes. E estou exausta por um desgosto que parece nunca mais parar. Neste momento, são George, Breonna e Ahmaud. Antes disso, foram Eric, Sandra e Michael. Apenas continua, continua, continua", lamentou. 

O combate à discriminação permanece uma das realidades mais trágicas na atualidade e o apelo da mulher de Barack Obama frisa não desistir desta causa.

"Raça e racismo são uma realidade com a qual muitos de nós crescemos a aprender a lidar. Mas se alguma vez esperamos superar isso, não pode ser apenas uma pessoa de cor a lidar com isso. Cabe a todos nós - negros, brancos, todos - não importa quão bem-intencionados pensemos que podemos ser, temos fazer o trabalho honesto e desconfortável de desenraizá-lo. Começa com o auto-exame e a escuta daqueles cujas vidas são diferentes da nossa. Termina com justiça, compaixão e empatia que se manifesta nas nossas vidas e nas nossas ruas. Rezo para que todos tenhamos forças para esta jornada, assim como rezo pelas almas e pelas famílias daqueles que foram tirados de nós", afirmou.

Estados Unidos michele obama racismo

Veja Também

Comentários